Facetas de porcelana x Lentes de contato dentais

Fonte: Acervo próprio

 

Introdução

Com o passar do tempo, as exigências estéticas estão cada vez mais rigorosas. A atenção dada à aparência dental não é diferente. Com o desgaste natural que ocorre na dentição com o passar dos anos, se tornou um grande desafio aos dentistas manter a função e a estética dental dos pacientes. No entanto, as facetas de porcelana se mostram uma ótima alternativa para isso.

 

História

O conceito por trás das facetas de porcelana foi idealizado por Charles Pincus, que na década de 30 utilizava facetas provisórias para melhorar a estética de atores em filmes. No entanto, foi Rochete, na França, alguns anos depois, em 1975, que propôs o uso de facetas de forma definitiva, com a finalidade de melhorar a estética de dentes fraturados. Neste período, as taxas de falha ainda eram altas e as indicações muito restritas. Desde então, as técnicas e materiais evoluíram e foram aprimorados com o passar dos anos, até chegarmos à atualidade com as lentes de contato.

 

Conceito

As Facetas e Lentes de Contato são peças de porcelana colocadas, na maioria das vezes, na parte frontal dos dentes anteriores. Estas, apesar de finas e frágeis fora da boca, tem uma mudança enorme quando fixadas aos dentes, se transformando em estruturas resistentes e confiáveis. Diferente das coroas dentais, as facetas são fixadas apenas na parte da frente dos dentes, não envolvendo toda a estrutura, evitando, assim, um desgaste desnecessário. As facetas são usadas principalmente por motivos estéticos, mas são indicadas também em casos de perda do esmalte dental, para proteger a dentina e estruturas remanescentes fragilizadas, evitando, dessa maneira, a perda precoce do dente.

Fonte: Acervo próprio

 

Lentes de contato

Um interesse recorrente dos pacientes na clínica diária é em relação às famosas lentes, às quais a maioria dos artistas são adeptos. Mas enfim, o que são as Lentes de contato dentais?

De maneira simples, elas não passam de facetas que se diferenciam apenas pela espessura de porcelana. Enquanto a medida da porcelana é de menos de 0,5 mm nas lentes de contato, as facetas comuns podem passar de 1mm. Mas essa pequena discrepância numérica faz muita diferença na indicação do tratamento adequado.

 

Indicações

As indicações listadas a seguir são referentes às facetas de maneira geral, cabendo ao dentista, no momento do diagnostico, determinar se serão utilizadas as facetas comuns ou lentes de contato.

 

1- Dentes resistentes ao clareamento:

Fonte: Acervo próprio

Pigmentação por tetraciclina

 

 

Fonte: Acervo próprio

Dentes com desgaste acentuado

 

 

Fonte: Acervo próprio

Dentes manchados por tratamento de canal

 

2- Dentes com alterações morfológicas:

Fonte: Acervo próprio

Dentes conóides /mal formados

 

Fonte: Acervo próprio

Diastema / Black space                                                                                          

 

3- Perda de estrutura acentuada:

Fonte: Acervo próprio

Fraturas extensas em dentes anteriores

                                                             

 

Fonte: Acervo próprio

Perda acentuada de esmalte

 

*Em pacientes infantis, a indicação mais adequada para estes casos seria a restauração em resina, já que as facetas em porcelana são indicadas principalmente para o público adulto, com uma formação óssea, posicionamento e total erupção dental já bem definidos. Dessa forma, evita-se necessidade de um retrabalho em um curto período de tempo e desgastes dentais desnecessários.

 

 

O segredo para um tratamento de sucesso é o correto diagnóstico, baseado em uma documentação detalhada que contenha protocolo de fotos, modelos de trabalho, enceramento e radiografias, associado a uma detalhada conversa com o paciente, para identificar quais suas expectativas para o tratamento e que tipo de estética que o agrada.

Dessa forma, é primordial recorrer a um profissional de confiança, especializado em “ Dentística´´ ou “Prótese dentária´´, que são as áreas responsáveis pelas facetas e agende uma conversa para tirar todas suas dúvidas remanescentes.

Dr. Ariel Bollmann da Costa Moreira CRO: SC-14069

Especialista em Dentística e odontologia estética

Contato: (47) 3028-5776

Whatsapp: (47) 99999-2859

 

Referências:

MAGNE, Pascal; BELSER, Urs. Restaurações adesivas de porcelana na dentição anterior: uma abordagem biomimética. São Paulo: Quintessence Editora Ltda, 2012.

QUAGLIATTO, Paulo Sérgio et al. Laminados cerâmicos minimamente invasivos, do

planejamento à execução. The International Journal Of Esthetic Dentistry, São Paulo, v. 1, n. 3, p.412-425, mar. 2016. Trimestral.

HAJTÓ, Jan; MARINESCU, Costin. Um desafio estético: Áreas isoladas de alta translucidez em facetas laminadas. The International Journal Of Esthetic Dentistry, São Paulo, v. 2, n. 1, p.118-130, jun. 2017. Trimestral.